anúncios

Mãe desesperada pula da ponte abraçada ao seu filho de 10 anos… =(

links patrocinados

anúncios

Jessy Paola, 32 anos, estava desesperada por não conseguir mais o sustento de seu filho. Desempregada, vendeu sua moto para comprar alimento e pagar aluguel, recorreu à agiotas e sua situação se agravou.
O caso aconteceu em Fevereiro na Colômbia.

anúncios

Jessy foi despejada com seu filho May Nicolas, de 10 anos.
Sem apoio de familiares e desesperada, Jessy subiu em uma ponte com seu filho.

anúncios
anúncios

Policiais, bombeiros e psicólogos tentaram convencer Jessy a entregar seu filho e não saltar da ponte.

anúncios

Mesmo com tantos apelos, e com o filho chorando e dizendo: “Não mamãe, não pule…”
Jessy se lançou abraçada a seu pequeno filho May Nicolas.
Uma carta foi deixada por Jessy, e mostra a angustias vividas nos últimos dias!

CARTA DE JESSY PAOLA MORENO CRUZ QUE DEIXOU A SUA FAMÍLIA.

Eu não tenho esperança, eu fui derrotada e humilhada. O homem que disse que me amava me deixou sozinha, sozinha …
Eles me deixaram sem nada, tudo que trabalhei, tudo que vivi, tudo que eu amava, tudo que eu dei, foi tirado em um instante, meu erro foi confiar nas pessoas erradas.
Quão errada eu estava quando pensei que essa era a minha solução! Quão errada estava naquele momento em que recebi “ajuda”. Pensei que as coisas melhorariam, como estava errada quando decidi dar ao amor mais uma chance! Que erro maior cobrir um erro com outro erro e que
me levou a perder tudo, eu falhei de todas as formas possíveis, e eu falhei com quem eu mais amo na vida, não tenho como assegurar seu estudo, não tenho como dar um prato quente de comida, e te coloquei em perigo, como lamento por te decepcionar filho , Eu não tolero a ideia de que alguém possa te machucar por minha causa, prefiro ir longe e esquecer desse mundo, respirar se torna cada vez mais difícil, ameaças, dívidas, falta de amor, não posso mais.
Eles vão me chamar de covarde, mas só Deus conhece a angústia e o terror que me dá em pensar que alguém pode te machucar por minha causa, se alguém me ajudasse !! Quem pode me emprestar dinheiro? Uma casa talvez?

anúncios

Não há ninguém … O mundo é perigoso e eu não posso te proteger.
Não tenho esperança, derrotada, humilhada e destruída. Sem forças! Todos os meus dias são cinzentos. Meu coração bate angustiado. Eu choro de frustração e impotência. Eu sou um fracasso!
Desta vez não irei falhar, meu filho, ninguém poderá nos fazer mal, nunca mais…

A investigação revela que Jessy Paola Moreno Cruz foi perseguida por cobradores de dívidas e despejada da sua casa, antes de tomar a decisão fatal de saltar de uma ponte de 330 metros de altura, com o seu filho nos braços. O filho de 10 anos, segurava a barra da ponte e implorou para a mãe não saltar. Mesmo assim, e com todos os apelos por parte do filho, das autoridades e das pessoas que lá estavam, acabou por se deixar cair da ponte. Os primeiros socorros que chegaram ao local e alguns membros da comunidade acabaram por assistir aos segundos finais da vida desta mãe desesperada e do filho. “Essa mulher, que era uma mãe solteira, infelizmente estava desesperada com a pressão de pagar as dívidas” disse o Bombeiro no momento do resgate dos corpos.

COMPARTILHE AGORA!!

links patrocinados