“Peguei minha sogra furando meus preservativos e agora estou grávida”, revela mulher em rede social

Um caso digno de trama de novela, mas da vida real.
Um casal que não queria ter filhos, teve uma ajuda meio que forçada da sogra que não aceitava não ter um neto. Segundo a sogra, não ter filhos faria morrer a linhagem da família.
O casal que havia decidido não ter filhos teve a decisão quebrada, e o mais intrigante é como.

A mãe do rapaz não aceitava que ele não deixasse herdeiros na família, e então teve a ideia de dar um empurrãozinho. Ocorre que, a sogra passou a furar os preservativos do casal.
A jovem contou toda a história nas redes sociais e desabafou:
“Eu peguei minha sogra furando meus preservativos por que ela está desesperada por um neto – e agora eu estou grávida”.

anúncios

Após o ocorrido,a jovem atualizou o post: “Estou tão perturbada que não consegui dormir nos últimos quatro dias. O estresse da gravidez está começando a chegar em mim. Meu marido e eu registramos o caso na polícia. Não tenho certeza do que será feito sobre isso. Mostrei-lhes os preservativos que haviam sido adulterados e eles aceitaram como prova. As fechaduras foram trocadas por toda a casa, para o caso de ela, em algum momento, ter feito cópias de nossas chaves. Também câmeras foram instaladas”.

Segundo a jovem, a sogra não tem nenhum arrependimento sequer, pelo contrário, acredita que o casal ainda vai lhe agradecer pela ‘ajuda’ que ela deu.
“Ela ainda não sabe que estou grávida. Meu marido disse a ela que o que ela fez foi desumano e ilegal. Ela disse que, a longo prazo, se eu engravidasse, com o tempo, agradeceríamos por salvar o legado da família. Ele disse a ela que estamos cortando o contato com ela imediatamente. Ela ficou louca neste momento, dizendo que, se eu engravidar, é melhor que ela seja a primeira a saber e que nos processará por conta dos direitos dos avós se isso acontecer. Eu estava em choque com o fato de que ela não ter remorso sobre o que ela fez e o direito que ela acha que tem”.

anúncios

Mesmo muito horrorizados, o casal decidiu levar a gravidez adiante, e segue fazendo acompanhamento de terapia para juntos processarem melhor os sentimentos em relação a como tudo ocorreu.