Manter o peso é mais difícil do que emagrecer?

Saiba se o mais difícil é manter a dieta para emagrecer ou manter o peso depois de ter alcançado o objetivo

Manter o peso é difícil?

Para a maior parte das pessoas, sim, é muito complicado fazer a manutenção do peso depois da dieta. Isso acontece por diversos motivos, podendo ser internos ou externos. Além da falta de motivação que existia na dieta, há uma guerra acontecendo no seu corpo. Ele quer recuperar a gordura anterior, que representa estoque para as necessidades futuras. Quer saber como resolver? Então primeiro de tudo, entenda cada situação e a partir daí, veja as estratégias para lidar com ela.

Resultados perceptíveis

Quando você está emagrecendo, é fácil perceber as mudanças no seu corpo e na balança. Além disso, as roupas começam a ficar mais folgadas, reduzindo o número do manequim. As pessoas começam a perceber, assim como o espelho. Por outro lado, quando você quer só manter o peso, depois de emagrecer, todos esses resultados deixam de existir, podendo levar ao esquecimento.

Para evitar que isso aconteça, procure manter uma foto do “antes” sempre visível, para que os resultados estejam sempre palpáveis. Lembre-se também de outros ganhos que teve, como uma pele mais saudável, mais disposição para fazer as coisas que ama e comprar a roupa que quiser. Além disso, a saúde em dia também deve ser um fator a ser recordado sempre.

Falta de motivação

Durante o processo de emagrecimento, todo mundo participa, elogia e motiva. Seu guarda roupa passa a ser renovado mais vezes e o espelho está cada vez mais seu amigo. Cada resultado alcançado é motivo de comemoração e expectativa para o próximo passo. Mas e quando o último estágio é alcançado? Muita gente fica sem motivação e volta a comer mal.

Para lidar com essa situação, o ideal é, além de lembrar das mudanças ocorridas, criar novos objetivos. Que tal começar a controlar a diferença entre massa magra e gordura? Ou então desenvolver aquele tanquinho que você tanto queria? O mais importante é sempre lembrar do porquê você queria chegar a esse peso e fazer valer a pena.

Amigos da onça

Tem sempre aquele amigo da onça que fica falando: “ah, mas é só um pedacinho…”. Fique longe deles e, se não for possível, ignore a insistência. Só você sabe o quanto custou chegar até onde está hoje. E é de pedacinho em pedacinho que se volta ao marco que não queria ter. Muitas pessoas não fazem isso por mal e sim porque não entendem a mudança de mentalidade que é necessária para emagrecer e continuar magro.

Para evitar cair em tentação, quando for a festinhas ou almoço fora da sua zona de conforto, faça um bom lanche antes. Sempre de acordo com o seu modo de alimentação. Assim, ao chegar lá fica mais fácil dizer um “não” educado e firme. Além disso, já deixe o discurso pronto para os convites e não abra exceção.

Além dessas atitudes, você deve manter uma rotina de atividades físicas bem estruturada, para aumentar a quantidade de dopamina no cérebro. Isso ajuda a evitar as tentações, além de controlar melhor a fome. Também é importante planejar bem o seu dia, desde os horários para se alimentar, se exercitar e meditar ou orar. Essa estrutura pode te ajudar a lidar com impulsos, facilitando a manutenção do peso.

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta