5 Remédios para tendinite que aliviam os sintomas

Veja opções de tratamentos para tratar a inflamação e abrandar a dor e o inchaço

De acordo com o médico Drauzio Varella, a tendinite é uma inflamação que afeta os tendões (estruturas fibrosas que unem músculos aos ossos) e faz parte do grupo das Lesões por Esforço Repetitivo (LER), junto com bursite, epicondilite, tenossinovite e tantas outras. Ela ocorre justamente por causa do esforço de repetição bem comum em atletas, músicos e pessoas que passam o dia digitando, fazendo outros trabalhos manuais e carregando peso. Veja quais são os sintomas e também remédios para tendinite que ajudam a tratar a inflamação e aliviar os sintomas.

Sintomas de tendinite

Como é uma inflamação, os sintomas da tendinite são os clássicos desse tipo de problema, como dor incômoda e constante no local inflamado, podendo haver inchaço, vermelhidão e dificuldade para movimentar.

Ela pode afetar principalmente os ombros, mas também acontece nos punhos, joelhos, cotovelos e tornozelos. Além da dor no tendão em si, o incômodo pode irradiar para áreas próximas, afetando a musculatura e até comprometendo os movimentos, dependendo da sua gravidade.

Remédios para tendinite: caseiros, terapias e de farmácia

Crédito: Freepik

Assim que perceber essa dor que não passa, a melhor opção é consultar o médico para ter certeza do que se trata. Nunca é recomendado se automedicar, pois poderá tratar o problema errado e acabar permitindo que a tendinite se agrave por falta de tratamento adequado.

Mesmo assim, existem tratamentos caseiros que pode aplicar até o dia da consulta ou mesmo junto com o tratamento recomendado pelo médico, se ele permitir. Veja todas as principais alternativas de remédios para tendinite:

1. Repouso e gelo

Em casa, mesmo antes de consultar o médico, é preciso manter o local da dor em repouso o máximo possível, pois quanto mais faz movimentos, mais inflamado fica. Ao mesmo tempo, pode aplicar compressas geladas para que a dor seja aliviada. Coloque um pouco de gelo dentro de um saco plástico, envolva em uma toalha fina para não grudar na pele e deixe por 5 a 10 minutos. Faça pausas e depois repita a compressa.

2. Acupuntura

A acupuntura é uma técnica da medicina oriental que é bastante utilizada no Brasil como tratamento complementar de vários problemas de saúde, inclusive, com possibilidade de tratar pelo SUS, dependendo da condição. Ela consiste na aplicação de pequenas agulhas em pontos específicos da dor enquanto a pessoa fica deitada em uma maca.

São agulhas muito pequenas, então só se sente uma leve picadinha. Depois de alguns minutos agindo, as agulhas são removidas e a sessão está pronta. O médico irá determinar quantas sessões serão necessárias e os demais cuidados a ter durante o tratamento.

3. Remédios anti-inflamatórios

Se preferir apenas um tratamento da medicina tradicional com fármacos, precisa ir ao médico para ele receitar o melhor tipo de anti-inflamatório e dizer por quanto tempo deve ser tomado, bem como orientar sobre os demais cuidados que deve ter para o tratamento fazer efeito.

4. Fisioterapia

A fisioterapia pode ser feita por meio de várias técnicas que são orientadas pelo fisioterapeuta. Vão desde alongamentos específicos até exercícios na água para ser mais fácil de movimentar e fortalecer a musculatura com mais eficiência até tratamentos com eletroestimulação, conforme a necessidade.

5. Alimentos anti-inflamatórios

Para dar um bom reforço aos demais tratamentos, também é importante manter uma alimentação saudável com alimentos anti-inflamatórios que vão estimular o organismo a lidar com a inflamação. Alguns desses alimentos são o gengibre, agrião, atum, sardinha, salmão, coentro, alecrim e erva-doce que pode fazer chá, usar como compressa ou como tempero nas refeições.

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta