4 perigos escondidos na carne de porco que você nem imaginava!!! Veja quais são:

A carne de porco é um prato típico da culinária de muitas culturas e países. Ela pode ser consumida assada, grelhada ou até mesmo processada, em forma de salsichão.

Tem ainda o bacon e o torresmo, que dificilmente alguém consegue resistir.

Embora a carne de porco seja consumida há milênios, sendo extremamente apreciada pela maioria dos povos, não se pode ignorar que ela também pode ser muito perigosa.

O perigo pode residir na maneira como a carne de porco é conservada até chegar à sua cozinha. E também na maneira como é preparada.

Para eliminar as bactérias presentes na carne de porco e garantir uma higienização adequada, é necessário cozinhar bem a carne.

Em outros casos, o problema pode estar na origem do porco, com o animal doente, o que pode levar ao aparecimento de uma série de doenças graves.

Abaixo, listamos quatro boas razões para você NÃO comer carne de porco

1. Triquinose

Triquinose é uma doença causada por um verme chamado Trichinella spiralis, que pode infectar diversos animais, incluindo os porcos.

Se você consumir a carne pouco cozida ou crua de um animal infectado por esse verme, ele vai se multiplicar no intestino, entrar na corrente sanguínea e atingir outros órgãos, como pulmões e cérebro.

Os sintomas da doença são:

  • Cólicas
  • Diarreia
  • Febre
  • Dor muscular ou fraqueza
  • Problemas cardíacos

Essa doença é tão séria que pode levar ao óbito.

2. Hepatite E

Essa doença pode ser causada por um vírus que pode se alojar no porco. Os sintomas da doença são:

  • Icterícia – coloração amarelada da pele e do branco dos olhos
  • Febre
  • Cansaço
  • Urina escura
  • Febre
  • Náuseas

Mulheres grávidas devem ter cuidado em dobro.

3. Câncer

A notícia foi publicada há meia dúzia de anos e caiu como uma bomba: a carne de porco processada/embutida pode provocar o câncer. Os mais comuns são os cânceres do colo do reto e do intestino. Pode também desenvolver câncer de pâncreas. Bacon, salsicha, presunto, mortadela e salame são exemplos de carne de porco processada.

4. Doenças cardíacas

Além de provocar aumento de peso, a carne de porco é prejudicial ao coração, pois aumenta os níveis de colesterol ruim e, com ele, o riscos de doenças do coração.

De salientar que a carne processada, como bacon e salsicha, é muito mais prejudicial que a carne vermelha, pois é uma bomba de gorduras saturadas, além de conter aditivos alimentares muito perigosos.

Se você tem histórico de problemas cardíacos, evite comer carne de porco, principalmente quando a carne for processada.

Comments

comments

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta